Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/03/18 às 17h52 - Atualizado em 8/03/18 às 17h57

Parceria do governo com escola de negócios capacitará 320 gestores públicos

COMPARTILHAR

O governo de Brasília, por meio da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão, e a Fundação Dom Cabral anunciaram, nesta quarta-feira (21), acordo para capacitar 320 gestores públicos do Executivo Local. O governador Rodrigo Rollemberg participou da cerimônia.

 

“Agradeço aos que estão aqui pela ajuda na gestão do governo. Foi uma das primeiras decisões que tomamos no início da nossa administração, a de investir em gestão”, discursou o governador Rodrigo Rollemberg, que participou do anúncio do contrato.

 

A Fundação Dom Cabral, considerada uma das melhores instituições de educação executiva do mundo, promoveu, após o evento, palestra sobre o programa de capacitação para os participantes.

Serão qualificados líderes estratégicos (80) e táticos (160) e gestores (80). O objetivo é atualizar conceitos, fundamentos e ferramentas da gestão pública, com foco em resultados.

 

Segundo a secretária de Planejamento, Leany Lemos, o conhecimento adquirido pelos servidores capacitados agora será aproveitado por outras gestões no DF. “Esse é o legado que deixamos. Dessas pessoas que farão o curso, de 250 a 300 permanecerão nos governos que vierem depois.”

 

O primeiro grupo terá aula em três fins de semana, o que totalizará 24 horas de aprendizagem. Os outros participarão, respectivamente, de 64 horas e 80 horas de aula sobre: gestão pública orientada para resultados; autoconhecimento e liderança; gestão de pessoas; gestão de projetos; e negociação.

 

A capacitação será customizada, ou seja, feita sob medida para a realidade dos gestores do governo do DF. Os encontros ocorrerão na Escola de Governo do DF (Egov).

 

Os professores são vinculados à Fundação Dom Cabral e têm reconhecida experiência e vivência nas respectivas especialidades. A instituição capacitou mais de 25 mil gestores em 2016, entre eles participantes de 234 empresas que estão entre as 500 maiores do Brasil.

A previsão de investimento é de R$ 1,582 milhão do Fundo Pró-Gestão – Fundo de Melhoria da Gestão Pública da Secretaria de Planejamento —, voltado para a realização e o acompanhamento de projetos, programas e ações de desenvolvimento e de capacitação de recursos humanos e para o exercício de função pública, com o objetivo de melhorar o atendimento ao público.