Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/05/19 às 11h36 - Atualizado em 5/06/19 às 16h08

2019-2060: ações previstas no Plano Estratégico terão sistema de monitoramento digital

COMPARTILHAR

As ações previstas no plano estratégico serão monitoradas pelo Sistema Integrado de Monitoramento e Gestão do DF (GESTÃO-DF), plataforma tecnológica administrada pela Secretaria de Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão.

 

O GESTÃO-DF conterá o portfólio de projetos estratégicos do governo de maneira personalizada, com o andamento de cada ação, em tempo real. A ferramenta será utilizada internamente pela alta gestão do governo. Com isso, o governador, secretários de estado e dirigentes de empresas e fundações poderão acompanhar, monitorar e corrigir fluxos dos seus projetos, caso seja necessário.

 

A metodologia para elaboração do plano e do método para mensuração do desempenho levou em consideração as necessidade e características do setor público e os modelos Objectives and Key Results (OKR) e Must Win Battles (MWB), que são amplamente utilizadas em empresas de grande porte.

 

O método Must Win Battles (MWB), em tradução livre ‘Batalhas que precisam ser vencidas’, define as aspirações de médio e curto prazos para uma organização. Ele estabelece bases para as escolhas de iniciativas que serão realizadas.

 

A metodologia foi escolhida para ser aplicada no plano do DF com base em dois fatores: as batalhas são vistas como uma oportunidade de aproximar os dirigentes políticos do plano, uma vez que os enunciados precisam se tornar lemas do governo, e segundo porque essas batalhas se tornam resultados-chave e iniciativas.

 

Para a escolha do método para mensuração do desempenho também foi priorizado um método já consolidado na iniciativa privada: o Objectives and Key Results (OKR), em tradução livre, Objetivos e Resultados-chave.

 

O OKR é um sistema de definição de metas muito utilizado em organizações do ramo de tecnologia, como o Google e startups. Ela possibilita a união de um objetivo a uma meta que sinaliza qual é a performance ideal. Essa abordagem é dinâmica e versátil e possibilita a correção de rumos, caso ocorram mudanças durante a execução das metas.

 

Ao optar pela utilização desses modelos, o plano estratégico 2020-2060 considera uma série de ferramentas que tornarão a implementação das metas mais dinâmica e ágil. Entre esses requisitos estão aspectos como: metas ágeis, simplicidade, transparência e batalhas orientadas ao cidadão, que façam a diferença, sejam tangíveis, específicas e gerem engajamento.